O que todo mundo já sabe…

Site “desmascara” experts em vinho com pesquisas e fatos.
Estudos mostram que especialistas muitas vezes são enganados pela aparência ou rótulo.

Entender de vinhos requer paladar apurado, conhecimentos sobre uvas e terroirs, informações sobre os métodos de produção e, claro, beber. Pois mesmo assim nem sempre especialistas conseguem acertar. O site Buzzfeed reuniu pesquisas que mostram que os entendidos podem não entender de nada.

Pesquisa realizada entre 2006 e 2009 reuniu informações coletadas de especialistas que receberam doses do mesmo vinho três vezes. Em 90% dos casos, eles afirmaram que estavam bebendo produtos diferentes, além de conferir avaliações distintas, com diferença de minutos entre as degustações.

1 – Mesmo vinho, pontuação diferente

Pesquisa realizada entre 2006 e 2009 reuniu informações coletadas de especialistas que receberam doses do mesmo vinho três vezes. Em 90% dos casos, eles afirmaram que estavam bebendo produtos diferentes, além de conferir avaliações distintas, com diferença de minutos entre as degustações.

2 – Enganados pelo rótulo

Em 2001, especialistas beberam o mesmo vinho, mas com rótulos diferentes. As avaliações dadas variaram entre ‘vinho barato’ a ‘vinho caro’ e ‘fraco’ e ‘complexo’.

3 – Teste cego

Numa degustação às cegas, 578 voluntários conseguiram identificar diferenças entre vinhos baratos e caros em apenas 50% das vezes.

4 – Influência do preço

O crítico de gastronomia americano Robin Goldstein reuniu dados de mais de 6 mil degustações às cegas e aponta que especialistas bem treinados conseguem identificar com frequência se o vinho é sofisticado. Mas, em geral, essa impressão é afetada pela ideia de que a bebida é cara ou barata antes de ser tomada.

5 – Cor da garrafa

Cinquenta e quatro especialistas tomaram duas taças de vinho, tinto e branco. O tinto foi descrito como rico em aromas de frutas vermelhas. O fato é que ambos foram tirados da mesma garrafa e uma parte ‘tingida’ como corante sem sabor.

6 – Influência da música

Uma pesquisa feita pela Universidade Heriot-Watt, em Edimburgo, na Escócia, mostrou que um vinho consumido quando uma música marcante é tocada (no caso foi uma peça da ópera Carmina Burana) melhora a percepção do vinho segundo os especialistas.

7 – Francês x Americano

Em uma degustação às cegas, vinhos franceses caros foram servidos junto com exemplares baratos produzidos nos Estados Unidos. Ainda que os franceses tenham sido apontados com

Saúde!
Marcelo Andrade

Fonte: Terra.com
Imagem: Divulgação

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.